| | |

Lama Padma Samten no TEDxAmazônia

por 9/04/2012 Comente!

Lama Padma Samten Tedx Amazônia

A missão do TED é reunir pessoas, cujas idéias são inspiradoras para a construção de um mundo melhor e por isso devem ser compartilhadas e espalhadas. O TEDx é uma iniciativa local e independente, porém inspirada no espírito e formato do TED. O TEDxAmazonia teve sua primeira edição em novembro de 2010 no Jungle Palace, um hotel flutuante no meio da Amazônia, à margem esquerda do Rio Negro e terá sua segunda edição em junho de 2012.

Com apenas 10 a 15 minutos para expor suas idéias, os palestrantes no TEDx costumam apressar-se para dar conta do que têm a dizer nesse curto espaço de tempo. Lama Padma Samten surpreende a platéia do TEDxAmazônia ao convidá-la para fazer alguns instantes de silêncio, antes de começar sua fala.

Em menos de 10 minutos Lama Samten expõe idéias essenciais e muito profundas do Budismo, que, na verdade, vão além do próprio Budismo e podem ser aproveitadas por qualquer pessoa, independente de sua crença ou religião.

Lama começa falando que estamos num tempo de superar as ingenuidades. Ele destaca o valor da ciência, como um instrumento de estudo do que está diante de nós e também a importância das tradições contemplativas, cuja principal contribuição é o conhecimento do mundo interno. Ele diz que a superação da ingenuidade é a superação da ideia de que a compreensão do mundo externo seja suficiente ou a compreensão do mundo interno seja suficiente.  Ele explica que a realidade é muito mais complexa e exige a observação da inseparatividade entre o mundo interno e externo.

Lama introduz então a noção de inseparatividade, presente na física quântica, área na qual se aprofundou enquanto físico. Ele cita o filósofo Wittgenstein e a importância do estudo da História e da Filosofia da Ciência para entendermos a limitação da visão de cada tempo, a limitação dos paradigmas. Lama Samten explica que os cientistas, quando refletem sobre a realidade, se valem de paradigmas e concepções próprias, o que faz com que suas conclusões sobre a realidade jamais sejam neutras, mas intimamente ligadas aos referenciais utilizados para descrevê-la.

“A ingenuidade é pensar que o que nós vemos e pensamos é suficientemente amplo.”

Uma vez que a realidade não é externa e fixa, mas inseparável daquele que a experencia, Lama Samten fala da nossa capacidade de criar nossos próprios mundos. Se temos essa liberdade de criar e gerenciar mundos, que o façamos da melhor forma possível, trazendo benefício para nós mesmos e para os outros. Nesse contexto, Lama Samten explica que a melhor forma de construir nossos mundos é operando com as 5 sabedorias e a sabedoria de Vajrasatva.

Alguns trechos da palestra:

“Do mesmo modo que os cientistas podem construir concepções de mundo, nós temos a capacidade de construir concepções vitoriosas e positivas de mundo. Nós não estamos condenados a viver nos mundos que nós herdamos, além do mais, os mundos que nós herdamos não vêm de forma concreta, eles podem ser algum tipo de maldição, algum tipo de mágica a qual nós estamos submetidos. ”

“Na visão budista, da mesma forma para a física quântica, o mundo é mágico. O mundo não é algo que está pronto e nós somos vítimas dele. O mundo é algo que nós construimos com nossos olhares, com os nossos conceitos. ”

“Se nós quisermos treinar uma construção positiva do mundo nós deveríamos gerar seis sabedorias.

Veja aqui o vídeo da palestra!

 

 

Blog Widget by LinkWithin

Stela é uma aspirante à iluminação. Porém, tem diferentes distrações e desculpas esfarrapadas para não meditar. Pode ser encontrada no CEBB Caminho do Meio. | Leia outros posts de


Receba o próximo texto

Deixe seu comentário!

Esse site usa o sistema Gravatar. Para que sua foto apareça, basta se cadastrar.