|

Final de retiro no CEBB Darmata (Relato de Lama Padma Samten em Pernambuco)

por 9/07/2009 18 comentários

bike_lama_samtem_cebb_darmata

Querida sanga,

Ontem foi o final do retiro no CEBB Darmata. O retiro como um todo foi muito bom mas desafiador pois havia praticantes experientes de Recife, Curitiba, litoral de São Paulo, Fortaleza e também alguns que estavam iniciando seus contatos. O retiro tinha por tema o aprofundamento da meditação. A dificuldade foi contemplar interesses tão variados, mas foi possível e todos se alegraram.

Eu fiquei na casa que construí aqui para meus retiros. Sem água encanada, nem luz elétrica, sem fogão a gás, dormindo em esteira de meditação no chão. É uma casa encantadora, bem pequena mas perfeita para esse propósito de retiro isolado em meio a um bosque fechado. Aqui a foto da Denise Barranco cozinhando no fogão a lenha que há lá. A Dê me acompanhou nesse retiro e cuidou da alimentação também.

lama_bikeNa casa de uns amigos, próximo ao CEBB Darmata a internet funcionava (mais ou menos) através de uma placa Claro 3G. Aqui um almoço de trabalho preparado pela Dê na varanda da casa em pleno “inverno” pernambucano na zona da mata.

Meus deslocamentos lá em direção a Timbaúba foram com minha bicicleta de Recife. Foi sempre muito lúdico andar naquelas estradas cheias de buracos, íngremes e com barro e poças d’água… uma aventura… Melhorei minha saúde respirando e fazendo força nessa paisagem linda.

Também me apoiou muito o “Cabeludo”, que vive no local e é o braço direito que resolve tudo que surge na infraestrutura e apoio do CEBB Darmata de Timbaúba. Cabeludo trouxe a esposa e o filhinho Wallace para a bênção do Lama… Ao fundo o altar da sala de meditação do CEBB Darmata.

cebb_darmata_sala_meditacaoEm outro ângulo, a sala de meditação do CEBB Darmata (foto ao lado) que tem 10m de lado por 6m de profundidade. Vê-se um Buda em barro ao fundo, feito na cidade de Tracunhaém, onde há muitos artistas escultores em barro.

No final do retiro choveu 120mm em 24 horas lá e as estradas ficaram completamente intransitáveis. A sanga teve de sair rebocada de trator pelos 7 km que nos separam da sede do município de Timbaúba. O trajeto até Recife foi feito em kombis fretadas para isso. Na foto, à frente das kombis a bici do lama, que fez o trajeto pedalando em 45 minutos.

A Denise registrou o lama já em Recife na tarde do dia 5. Perdi bastante peso mas a saúde melhorou também. (foto 5724) O Lama registrou a Denise hoje dentro do avião (foto 5728) vindo para Campinas onde ela fica até dia 20 quando vem para o CEBB CMeio em Viamão para ajudar nas suas funções de tesoureira.

Em Viamão a Fabi, Henrique, Talitha esperando em casa, alegria! Talitha bem gordinha… fará seis meses no dia 12 de julho, domingo próximo. Henrique muito feliz hoje, de bici e capacete

lago_cebb_darmataDefronte esse lago deveremos implantar o projeto do CEBB Darmata. Tudo ao redor são terras destinadas ao projeto. Ao redor do templo as casas de moradia. Em setembro teremos outro retiro lá e várias reuniões para dar andamento aos aspectos práticos. Inicialmente a área é de 20 hectares, com a opção de compra de mais 180 ha. A idéia é que o CEBB Darmata, pela qualidade do ambiente, pelo entorno muito favorável, seja um centro com uma área de retiros bem desenvolvida e apoiando o projeto Shamata do professor Alan Wallace e que tem o apoio formal de Sua Santidade o Dalai Lama (de aniversário essa semana! Longa vida a Sua Santidade, ufa! que seja longa mesmo, precisamos dele!).

Grande abraço a todos e carinho, do lama Samten.

Blog Widget by LinkWithin

Físico, com mestrado pela UFRGS, foi ordenado lama por Chagdud Tulku Rinpoche em 1996. Desde então conduz retiros e oferece ensinamentos em várias cidades do Brasil, Uruguai e Argentina. Acompanhe a agenda do lama! | Leia outros posts de


Receba o próximo texto

18 comentários »

  • Gustavo Gitti
    Gustavo Gitti disse:

    Demais, Lama! Continue enviando seus relatos!

  • José disse:

    Maravilha, Lama!
    Diário de bordo.
    Saudades do Darmata.

  • Adriana disse:

    Querido Lama,
    Muito nos alegra suas palavras, e mais ainda tê-lo tão proximo de nós.
    Inspirando-nos sempre.

  • fatinha disse:

    Laminha querido !

    Que felicidade ver Lama com saúde ,andando de bicicleta e realizando tantas MARAVILHAS !

    Agradecida e muito carinho á todos .

    Sua Fatinha

  • Stela disse:

    Que maravilha esses relatos! Aproxima as sangas e nós do Lama!
    Obrigada, Lama!

  • Ademir Ferrer Soares disse:

    Que bom esse momento de felicidade Lama, foi contagiante! Obrigado.

  • Carol disse:

    Lama, apesar de distante, estou sempre conectada às Três Jóias e é um sopro de alegria ver a luz da Sanga florescendo dessa forma no Darmata. Beijo na alma.

  • guada disse:

    lama!
    que maravilhoso ler o seus relatos!
    que aventura!
    ser lama de ser bem divertido!
    vc nos inspira!
    :)
    um abraço

  • joão marcelo disse:

    sou professor de História em timbauba desejo conhecer ou participar de reunião sem compromisso, pois conheço essas terras e também acho lindas, pois, fiz censo para o IBGE em 1986 criei muitos amigos e sempre vou de moto vistar a região, conheci a casa por dentro, jamais esqueci, escolheram um ótimo lugar para meditar, estão de parabéns, sejam bem vindos a minha terra, pois tudo que tráz paz é sempre bem vindo.

  • Lama Padma Samten disse:

    Caro João Marcelo, agradeço muito seu relato, precioso!
    Sim, venha nos visitar quando puder.
    Já temos um morador fixo no local, o Rafael Felipe. Atualmente estamos em obras, preparando a primeira sala de meditação que será inaugurada no início de abril.
    Vou convidá-lo para o grupo ning que conversa sobre o CEBB Darmata, entre e siga acompanhando o movimento todo.
    Carinho, do lama.

  • Marge disse:

    Lama do coração!
    Quão desatualizada estou,pois nem imaginava que o Darmata estava já tão “adiantado”…
    Compartilhando com Jorge Koho seu relato e fotos ficamos plenos de contentamento por nosso “tê-lo” como professor. Que leva o Dharma com alegria, feito guri de bicicleta nova, em estrada barrenta e esburacada…
    Aqui seguimos,aprendendo com a brancura da neve; agentes secretos do Dharma.
    Neste Parinirvana do Buda, fizemos nossa primeira prática silenciosa em grupo, no nosso pequeno zendo caseiro…
    Muitos méritos!
    Quanta saudade,querido. E viva a não separatividade!
    Carinho
    Marge

  • Rosana disse:

    Lama.

    Saúde para continuar seu maravilhoso trabalho nos inspirando e levando o Darma a tanta gente, beneficiando tantos seres.

    Grande abraço… Rosana

  • denise disse:

    foi um momento magico poder participar um pouquinho do que é a vida do Lama e ver nos como ele se movimenta o tempo todo não em beneficio próprio mas da sanga.
    ele é um grande mestre e expressa amor, alegria, compaixão, equanimidade, energia constante, concentração, paz, paciencia, sabedoria,o tempo todo…

  • História do CEBB Darmata - CEBB disse:

    […] Fundado em 2009, em um retiro de duas semanas sobre Prajnaparamita conduzido pelo Lama, o CEBB Darmata tem realizado desde então dezenas de retiros e cursos. Aqui, segue o relato que o Lama mesmo fez do final do primeiro retiro no Darmata. […]

  • Homens mimados e pura boiolagem! | Itinga - Lauro de Freitas disse:

    […] com toda a possibilidade de viver uma vida confortável, escolhem condições desafiantes como dormir no chão numa esteira de meditação em uma casa sem energia elétrica ou ficar imóvel com água congelante batendo na cabeça durante […]

  • 8 comportamentos que podem ser encontrados nessa nova geração de homens Bunda Mole. | Ceteris Paribus disse:

    […] com toda a possibilidade de viver uma vida confortável, escolhem condições desafiantes como dormir no chão numa esteira de meditação em uma casa sem energia elétrica ou ficar imóvel com água congelante batendo na cabeça durante […]

  • Uma nova geração de homens mimados | Club do Vendedor disse:

    […] com toda a possibilidade de viver uma vida confortável, escolhem condições desafiantes como dormir no chão numa esteira de meditação em uma casa sem energia elétrica ou ficar imóvel com água congelante batendo na cabeça durante […]

  • Cópia na íntegra: A nova geração de homens mimados | Designer Sustentável disse:

    […] com toda a possibilidade de viver uma vida confortável, escolhem condições desafiantes como dormir no chão numa esteira de meditação em uma casa sem energia elétrica ou ficar imóvel com água congelante batendo na cabeça durante […]

Deixe seu comentário!

Esse site usa o sistema Gravatar. Para que sua foto apareça, basta se cadastrar.