| | | | | |

Meditação. Venha meditar conosco!

por 12/02/2010 15 comentários

O que é?

Uma meditação em grupo. Sentar e respirar.

Quando?

No Rio de Janeiro, aconteceu no Largo do Machado. Dia 25 de março. O próximo será nos gramados do Parque Lage, dia 25 de abril, 16h. É possível chegar atrasado, se sentar e participar. E possível ficar mais tempo do que o tempo estipulado.

Veja a repercussão em Porto Alegre da meditação que aconteceu dia 25 de fevereiro:

Correio do Povo | Ato de meditação atrai curiosidade

Em breve uma nova data para a ação em Porto Alegre. Fique atento!

Onde?

Em Porto Alegre, foi na Praça da Alfândega, ao longo da calçada ondulada em preto-e-branco, que passa diante do prédio em reforma pela Caixa, pela Multisom, pelo McDonald’s.

No Rio de Janeiro, o primeiro ocorreu no Largo da Carioca, o segundo no Largo do Machado e o próximo será no gramado do Parque Lage. Os eventos no Rio contam com a participação dos “Heróis do Cotidiano”, grupo liderado pela performer e dramaturga, Tania Alice . Em breve mais sobre o grupo aqui no blog Bodisatva.

O que faremos?

Simplesmente sentar e meditar.

Imagine que a parte dos ladrilhos pretos e brancos é um grande tapete. Meditaremos ao longo desse tapete, ocupando as beiradas, apenas. Sente-se com as pernas cruzadas, com os olhos abertos.

Fixe um ponto e estabilize a mente. Concentre-se na respiração. Conte as respirações. Pare de reagir de forma condicionada. Amplie a liberdade. Medite. Perceba o que acontece à nossa volta, sem se deixar levar. É possível. Sim.

Com que roupa eu vou?

Qualquer roupa serve. Há uma sugestão: calça jeans e camiseta, que pode ser em uma dessas cores: azul, vermelha, amarela, verde ou branca

Se possível, leve uma almofada. Afinal serão trinta minutos de meditação.

De onde surgiu essa ideia?

A prática da meditação em lugares públicos já acontece há algum tempo nos Estado Unidos e Europa e se popularizou através das ações do grupo Zen Peacemakers, fundado por Bernie Glassman.

Todos que se sentirem sensibilizados com a idéia de parar em meio ao movimento do dia-a-dia, estão convidados, independente de religião ou ideologia.

Como fonte de inspiração veja os vídeos sobre meditação na rua: “Meditação performática”. “Sit Down, Rise Up” e “Meditação no metrô de Nova York”

Se quiser documentar (fotografar, filmar) será igualmente bem-vindo.

Veja fotos de Porto Alegre! Por Felipe Gaieski.

Quanto mais gente houver, mais interessante será! Participe dessa experiência!

Contatos:

Porto Alegre – zebenetti@yahoo.com.br /

Rio – heroidocotidiano@gmail.com


Blog Widget by LinkWithin

José Benetti aspira que todos os seres se livrem das complicações que os tornam menos felizes. Para isso tenta praticar o budismo, mas é preguiçoso, vaidoso e costuma colocar os seus julgamentos diante da sabedoria última. | Leia outros posts de


Receba o próximo texto

15 comentários »

  • José Benetti disse:

    Maravilha!
    Que esses méritos se expandam e toquem a todos.

    Para quem quiser participar, é só chegar.
    Se preferir, telefonem para o CEBB Caminho do Meio: 51.3485.5159

    Abraço grande!
    José

  • anderson viana disse:

    genial, que bonito isso.
    não atrapalho se for lá pra fotografar?

    abraço

  • Rafael disse:

    Parabéns pela força, coragem, altruísmo e centramento dos participantes. Os que tb desejariam tal ação, estarão presentes pelo pensamento. Não serão apenas algumas dezenas de pessoas presentes, e sim centenas.

    abraço!

  • Vera iribarrem disse:

    Miguel,
    Parabéns pela iniciativa, esta é uma ótima forma de divulgar o
    Budismo, tornando-o mais popular e trazendo benefícios a todos.
    O Lama deve ter ficado feliz por esta prática.
    Vera

  • Miguel Berredo
    Miguel Berredo disse:

    Todos aqueles que quiserem participar, fotografando ou filmando, tb serão muito bem-vindos.
    Faça a sua divulgação pessoal. Ligue para um amigo e convide-o para participar.

    Miguel

  • Miguel disse:

    O encontre em porto Alegre foi excelente!!! Por volta de 30 pessoas e cobertura da imprensa. Parabéns ao Zé Benetti e à Tania do Rio, idealizadores e condutores do projeto.

    Miguel

  • Luiz Claudio Berredo disse:

    Miguel!

    Excelente este evento. Acredita que recebi um recado no Facebook convidando para um que rolou no Rio. Infelizmente não pude comparecer.
    Abraço, grande!!

  • clena flores disse:

    Muito legal ter participado deste evento de luz!!!
    Estava bem legal!!!
    Vamos fazer outros, vou adorar participar!!!!

  • José Benetti disse:

    Amigos agentes e parantes,

    a satisfação, encantamento e profunda comoção por esse ato não podem ser expressas por palavras.
    Gostaria de ter abraçado cada um dos participantes para lhes agradecer.

    O gentil jornalista Sandro publicou a seguinte matéria: http://www.correiodopovo.com.br/Impresso/?Ano=115&Numero=149&Caderno=0&Noticia=104167
    O simpático jornalista Cauê publicou na ZH de ontem (26/02), mas essa eu não vi. Quem sabe foi só de Canoas. Ele também tem um blog (voznativacomunicacoes.blogspot.com). O texto não está mais no blog, estranhamente.

    Bom, eu não fui.

    Não pude chegar a tempo. E foi ótimo!
    Não ter participado e ter aceito que isso é a prática mesmo.

    Pelo caminho, fui tentando parar mentalmente, e vendo as pessoas nos seus mundos, presas. Vendo o sofrimento do motoqueiro que bateu no ônibus em que eu estava. E o do motorista, que foi socorrê-lo sob os olhares de alguns e a reclamação de outros. E a vida sem parar (pra que parar pra socorrer se tenho um compromisso pra cumprir?).

    E a tristeza sem dar lugar. E o choro de não se conformar.

    Mas aí eu mesmo correndo (olha a contradição) para chegar até o local de parar.

    [ . . . ]

    E todos lá, lindos, parados, vendo o movimento do não estar.
    Está quem para ou quem anda?
    Quem está onde de fato?
    Onde está minha mente de fato quando faço o que estou fazendo?

    Sou capaz de parar?

    Quase chorei.

    E a felicidade não tem espaço.
    Não está no parar nem no não parar.
    Não se pode explicar.
    Não cabe em matéria de jornal.
    Nem em anúncio de sabonete.
    Nem em pote de sorvete.
    Não tem preço, nem medida.
    E não pode ser dividida.
    Já é.
    E é uma só.

    [ . . . ]

    Obrigado, a cada um.
    Sempre.
    ;)

  • Felipe Giugno Gaieski disse:

    Olá
    a Medit-AÇÃO na Praça da Alfandega foi muito linda… eu apenas observei e fotografei, e foi muito interessante ver a reação das pessoas… e força de algo tão simples como sentar e meditar em meio a um local agitado em que as pessoas geralmente não se dão conta de que é possivel parar por um instante….

    este é o link das fotos que tirei

    http://www.flickr.com/photos/felipesko/sets/72157623438833619/

    só fiquei sabendo do site hoje, por isso não disponibilizei antes

    Abraço e parabens..

  • Maíra disse:

    Muito boas as fotos, Felipe! Adorei!

    Aliás, a iniciativa do grupo é ótima.

  • José Antunes disse:

    Interessante a proposta e a coincidência. O pessoal do Interdependece Project também tem um projeto com o mesmo propósito, cujo nome faz o mesmo jogo com a AÇÃO, o InterAct. Vejam aqui, no site do Beliefnet: http://migre.me/pD1A. Que todos se beneficiem!

  • Espiritualidade Prática » MEDITA-AÇÃO disse:

    […] a Praça da Alfândega em Porto Alegre/RS.   Mais informações: Blog Bodisatva       criado por manoelfelipemacedo    12:22 — Arquivado em: […]

  • Carlos Augusto Barbosa Jones disse:

    Gostaria de aprender a meditar, tenho problema em mim concentra para estudar,não consigo ter atenção ao estudo, o que posso fazer.
    Estou em Salvador-Ba.
    Carlos Jones

  • olavo disse:

    muito legal assim em público!
    como disse alguém, é bom prá fazer as pessoas pararem um pouco e pensar. já que quanto mais devagar se vai, mais rápido se chega (paradoxo quântico..)o velho ‘devagar se vai ao longe’
    costumo fazer em casa, de cara prá parede.

Deixe seu comentário!

Esse site usa o sistema Gravatar. Para que sua foto apareça, basta se cadastrar.