Palavras e Passos de Cura, Amor e Integração

por 30/04/2012 Comente!

Lama Jigme Lhawang iniciou sua programação nas terras verde e amarelas pelo Rio de Janeiro apresentando a Linhagem Drukpa do budismo tibetano, da qual é o representante oficial, e potencializando o Intituto Live to Love Brasil – Viver para Amar. A praticante Raquel Rech faz um relato das primeiras atividades do Lama no Brasil.

As Crianças
Euforia e curiosidade estavam no ar na sexta-feira, dia 27 de abril, quando um grupo de jovens da Ong Solar Meninos de Luz (situada na comunidade Pavão Pavãozinho) receberam o professor budista Ven. Lama Jigme Lhawang para uma conversa. “Por que monge usa essas roupas?”, “No Nepal as crianças soltam pipas?”, “O que o levou a escolher este estilo de vida?”. As questões surgiram da plateia que disputava a vez de falar com os

Contação de história para as crianças do solar

braços incansavelmente estendidos. O momento mais instigante, porém, foi quando Lama Lhawang fez as crianças se aquietarem diante da sua resposta a um “Qual é a sua religião?”. “O amor é a minha religião”, disse ele, tranquilamente. Emocionadas e empolgadas, as crianças ainda escutaram uma contação de história e combinaram de fazer um sistema de rotatividade com os livros que ganharam de presente na ocasião.

A atividade foi realizada pelo Instituto Live to Love Brasil que apoiou a iniciativa da professora e integrante da Ong,Cláudia Ferreira. Como uma organização que se propõe a ir além dos padrões de religião, raça, sexo, etnia, o encontro do Presidente de Honra do Live to Love Brasil, Lama Jigme Lhawang com as crianças do Solar, foi uma demonstração da premissa básica da entidade, que é a de inspirar o despertar da verdadeira amorosidade em toda e em cada ação diária.

 

O Lançamento

Lama Jigme Lhawang - Presidente de Honra do Instituto Live to Love Brasil - Viver para Amar

Atuante em diversos países do mundo nas áreas de educação, saúde, patrimônio cultural, sustentabilidade ambiental e auxílio em catástrofes, a Fundação Live to Love chegou ao Brasil no início deste ano, e teve sua cerimônia de lançamento oficial justo na noite do mesmo inspirado dia 27 de abril.

O auditório do Museu da República foi palco para a comemoração dos “lovers”, amigos e convidados que, juntos, vibraram pelo lançamento do Instituto Live to Love Brasil – Viver para Amar. As mais de oitenta pessoas presentes tiveram a rara oportunidade de, em uma mesma ocasião e em um mesmo espaço, ouvir um museólogo, o canto de uma monja zen, a palestra de um lama e os acordes de uma dupla que improvisou a percussão indiana e a misturou com a voz brasileira.

O Coordenador do Circuito Sitíos Históricos da república, Andre Andion Angulo, propôs uma parceria com o Instituto para que juntos, possam pensar as reformas necessárias em algumas salas do prédio do Museu. Mantras e orações musicadas de Valéria Sattamini sensibilizaram os presentes, assim como seu oferecimento de um jingle para a entidade. O Presidente do Instituto João Pedro Demore agradeceu a S.S. Gyalwang Drukpa pelo surgimento da Fundação Live to Love no mundo e Lama Jigme Lhawang (Presidente de Honra) lembrou a todos que a satisfação duradoura só pode ser por nós vivenciada, quando nos transformamos em um veículo que leva felicidade aos outros seres. “Vocês não precisam se filiar a nada, nem a uma religião, mas realmente gostaríamos de convidá-los a experimentar uma felicidade mais significativa, que só existe quando interna e externamente, vamos ao encontro dos seres e os beneficiamos.” Mihay Freire fechou a cerimônia com chave de ouro, apresentando uma nova perfomance com a percussão de Sandro Lustosa.

Acompanhe o relato completo no site Drukpa:
http://www.drukpabrasil.org/2012/05/palavras-e-passos-de-cura-amor-e-integracao/

Blog Widget by LinkWithin

A revista Bodisatva foi criada na primavera de 1990 e parou de ser publicada em 1998. Em 2007, voltou a ser editada devido a uma nova fase do Budismo no Brasil, na qual se torna prioritário responder aos desafios culturais e sociais contemporâneos. O conteúdo continua oferecendo um olhar budista para todas as áreas da vida, da economia à ecologia, das artes à psicologia, dos relacionamentos amorosos aos corporativos. | Leia outros posts de


Receba o próximo texto

Deixe seu comentário!

Esse site usa o sistema Gravatar. Para que sua foto apareça, basta se cadastrar.