Foto: Burak Kostak

Poema Fogo Sagrado

Melisa Biondi transforma o seu caminho espiritual em uma poesia atemporal e inspiradora

Por
Tradução: Carolina Martins

Meu nome é Melisa Biondi, tenho 28 anos e sou argentina. Sou psicóloga de profissão, mas como paixão transformo o caminho em poesia. Atualmente vivo em Dharamsala, na Índia, onde estudo e pratico o Budismo Tibetano. Escrevi o poema “Fogo sagrado” no Deer Park Institute, na pequena cidade de Bir, enquanto assistia a um curso sobre Psicologia Budista. Os versos tiveram uma inspiração espiritual a partir de uma dança de fogo que uma amiga de caminho ofereceu ao seu mestre. O Fogo que ela oferecia se transformou em um elemento puro pelo poder da devoção. Minhas palavras foram um oferecimento ao meu mestre e às três joias (Buda, Darma e Sangha) que ele corporifica, honrando suas qualidades através da melodia atemporal da poesia.

Fogo Sagrado
Este é um Fogo Sagrado,
Verdade do Nobre Darma.
A purificação
Que extingue o mal carma.

Um fogo consagrado,
Explosão de devoção,
Isto é pacificação: comoção espiritual.

Sabedoria Exaltada
Restaurando a esperança na paz,
É o yoga mental: a chama da felicidade interior.

Um fogo avassalador,
Devorando os delírios,
A Perspicácia Eminente
Ultrapassando as ilusões.

O Resplendor do Caminho
Transmutando a cobiça e a dor,
Benevolência da Sanga,
Como um reinado que ampara.

Que ele exorte à tristeza,
Que ele liberte da pena
E como o Precioso Guru,
Que ele se torne o Mestre.

Que ele abrace com calor
A angústia de todos os seres
Que ele torne alegre toda a Vida: soltando, amando, liberando.

O centro de nossos corações,
Onde todos os gurus se encontram,
Que este ardor acenda
Com calor transcendental.

Esta é a redenção do Senhor,
O poder do vidente,
O fogo é Sua Graça
Dissolvendo o medo dos seres sencientes.

Darmakaia arde,
Bosque numinoso vazio,
Queimando a noção de identidade,
Incendiando tudo com amor.

Foto: Peter John Maridable

Poema original em inglês.

Sacred Fire

This is a Sacred Fire,
The Truth of Holy Dharma.
This is purification
Exhausting evil karma.

A Consecrated Fire,
The burst of fierce devotion,
This is pacification: A Spiritual commotion.

It is Exalted Wisdom
Restoring hope in Peace,
It is the mental yoga:
The flame of inner bliss.

An Overpowering Fire,
Devouring all delusions,
The Eminent Insight
Surpassing all illusions.

The Radiance of the Path
Transmuting greed and pain,
Benevolence of Sangha,
As a upholding reign.

May it exhort from sorrow,
May it redeem from grief,
And as The Precious Guru,
May it become The Chief.

May it embrace with warmth
The anguish of all beings,
May it gladden all Life,
Unbinding, loving, Freeing.

The Centre of our Hearts,
where all the Gurus meet,
may this ardor flare up
with Transcendental Heat.

This is The Lord’s redemption,
The Power of The Seer,
The fire is His Grace
Dissolving creatures’ fear.

The Dharmakaya bursts,
Numinous empty grove,
Burning oblivious grasping,
Igniting All with Love.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *