Reiniciadas as pinturas do Templo Caminho do Meio

por 23/08/2010 1 comentário
Relato de Tiffani Gyatso
 
“Cheguei aqui bem no fim de 2007 depois do convite do Lama Samten de pintar o templo do CEBB aqui em Viamao-RS. Eu tinha voltado da Índia em 2006 depois de 3 anos vivendo lá, e meu filho tinha acabado de nascer. Nos mudamos e tudo começou. A melhor escola de se aprender qualquer coisa é pondo a mão na massa sem dúvida! E o Lama Samten? Não, como, porque… mas acho que somente algo sublime para explicar, botou fé em mim. E foi a fé que ele teve em mim, que eu tive também. O trabalho iria ser feito e iria dar certo. Veja as fotos da primeira fase da pintura! E o vídeo do trailer do documentário “Thangka”.
 
Depois de 2 anos terminei os painéis principais. Aí, senti que precisava ‘recarregar’, buscar inspiração e energia e nada mais lógico do que ir de volta à fonte. Como o pai do meu filho é de lá e não conheciam nosso filho… mais uma razão. No inicio de 2010 voltamos para Dharamsala e passamos 3 meses lá. Me aproximei muito da minha família tibetana e o tibetano do Arion ficou fluente, ele traduzia para mim e sentei ao lado do meu novo professor, pois o anterior que foi meu professor pelos 3 anos, faleceu um ano depois que saí da escola. E ele me passou muita coisa, especialmente o trabalho, a motivação e a reverência à tradição. O inglês do novo professor era fluente, ao contrário do primeiro, pude aprender mais dessa maneira também, perguntando, tendo respostas e filosofando, pois Karma tem uma mente política, artística e espiritual, bem definida.
 
Depois desses 3 meses, passamos também 3 semanas nos Estados Unidos em NY. Como aquela cidade pulsa cultura e arte, adorei. Passei uns dias em um templo no Colorado, onde me chamaram há um ano atrás para trabalhar lá, mas como ainda tenho trabalho no Brasil… adiei. Mas a conexão com Lama Tsultrim, mestra residente do centro de retiros Tara Mandala foi forte, ela é uma mulher especial e uma praticante poderosa. 
 
De volta ao Brasil, fiquei quase 2 meses no retiro dos meus pais no sul de Minas e foi um tempo bom de compilar toda a essência da Índia e toda viagem. Aproveitei para fazer umas pinturas no atelier de Sergio Prata que me disponibilizou o espaço e material. Os quadros serão expostos no “Pixel Show” que será em São Paulo, dias 16 e 17 de outubro. E fazem parte de uma série que ainda continuo a pintar chamada “Romantic Tibet”.
 
De volta ao CEBB em agosto 2010 depois desses 6 meses fora, retomo as pinturas. Perdi minha equipe, o querido Elemar, minha mão direita! Lu e Cinthia. Porém essa fase não necessita de tantas mãos. Estou iniciando “A Vida do Buda em 12 Cenas”. Serão pintadas em 12 telas redondas e depois coladas no teto (o de 45 graus em cima as pinturas já feitas). Isso levará em torno de 1 ano e meio.Veja as fotos!
 
Tiffani Gyatso
 
 
 
Blog Widget by LinkWithin

| Leia outros posts de


Receba o próximo texto

Um comentário »

  • Camila disse:

    Que maravilha, fico muito feliz que o Templo terá uma nova fase de pintura! Sejam bem “indos” (explico: estou em SP) de volta à Viamão e que muitas coisas boas aconteçam para a sanga e para vocês neste retorno tão almejado por todos!
    Espero que eu também consiga retornar aí em breve, e também, levando meus novos membros da família junto: meu marido Flavio e meu filhinho de 7 meses, Max.

    Que todos os seres possam se beneficiar!
    Abraço à todos!

Deixe seu comentário!

Esse site usa o sistema Gravatar. Para que sua foto apareça, basta se cadastrar.