| | | |

Relato sobre a abertura da exposição “Relíquias do Buda”

por 13/03/2010 6 comentários

Lama Padma Samten em reverência às relíquias

Queridos de meu coração,

Cheguei ontem no CEBB Caminho Meio, bem a tempo de participar das arrumações para o inicio da turnê brasileira das relíquias do Buda. A mágica toda por acontecer, faxinas ali e aqui. A noite chegou e aos poucos, no interior do templo, tudo foi surgindo. A mesa grande do altar principal, a imagem do Buda e o parassol, as fotos dos nossos grandes mestres, Sua Santidade o Dalai Lama, Lama Samten, Lama Chagdud, Lama Yeshe, Lama Zopa. Flores, tigelas, velas. Sutras, roda de oração, incenso…

Os guardiões são muito queridos, especialmente o Cristian, que fala um português quase perfeito, deixando tudo leve e ao mesmo tempo cuidando de cada detalhe, sempre com um largo sorriso. Juliana Barranco, absolutamente incansável, Juca, quase heroico, muitos e muitos detalhes a serem cuidados, tudo em movimento ate bem tarde da noite.

E hoje, manhã feliz e festiva, com a presença dos cavaleiros da tradição e suas musicas, o grupo tambores de Viamão, com uns meninos muito lindos tocando, o prefeito, a governadora, mais um monte de gente, religiosos, políticos, gente daqui e acolá, entre árvores, cavalos, cachorros, crianças… E uma nuvem de bençãos tocando a cada um de nos.

Lama Samten e Chagdud Khadro foram os primeiros a fazerem suas reverencias às relíquias. Todos em silêncio no templo, foi de arrepiar. Depois os outros convidados.

A prece do Guru foi cantada por um longo tempo, e a energia de bondade amorosa foi se fazendo presente a cada um que por ali passava.

No almoço, aquela alegria serena, tudo estava sendo bem cuidado.

Somente ainda ha pouco eu voltei ao templo para prestar minhas homenagens e receber as bençãos. E nenhuma palavra poderia descrever o que se passa. Fiquei ainda mais comovida do que na primeira vez, em 2008. Chorei muito, com cada um de vocês em meu coração.

E parecia que em meu pequeno coração havia muito, muito espaço. E a tal expressão “todos os seres” já não era mais uma expressão, mas uma compreensao. Todos os seres.

Eu me ajoelhei e recebi as bençãos das relíquias no alto de minha cabeça. Lagrimas, aos montes. Gratidão e amor profundos. A presença do Lama bem forte em mim, expressão viva de todos os mestres.

Fiquei entoando mantras perto das arvores, olhando para as pessoas que iam se aproximando do templo.

O tempo para. Estou com todos vocês aqui comigo. E sei que as bençãos da compaixão infinita alcançarão o coração de cada um de vocês.

Obrigada por seguirmos juntos essa magnifica aventura.

Carinho e gratidão,
no Darma, sempre,
Teresa

* Já subimos várias fotos no Flickr do CEBB. Mais fotos!

** A turnê passará por Viamão-RS (12 a 14/3), Florianópolis (19 a 21/3), Curitiba (26 a 28/3), São Paulo (8 a 11/4), Vitória (16 a 18/4), Salvador (23 a 25/4), Recife (7 a 9/5), João Pessoa (14 a 16/5) e Rio de Janeiro (20 a 23/5). Veja a programação!

Blog Widget by LinkWithin

Teresa Bessil dedica tempo, energia e coração ao Darma. Entre sorrisos, cantorias e muitas palavras, entre Niterói, Rio, São Paulo e Viamão, busca seguir os ventos de Guru Rinpoche. | Leia outros posts de


Receba o próximo texto

6 comentários »

  • Floridalva disse:

    Querida Tetê,

    Lindo e emocionante o seu relato da experiência com as relíquias novamente em chão brasileiro!
    Dá pra sentir a energia amorosa em suas palavras…
    Que por onde elas passarem possam despertar os mais sublimes e profundos sentimentos de amor e compaixão, em todos os seres!
    Beijo no coração,
    Flori.

  • Caue Nascimento disse:

    Tive a benção de juntamente com meu sócio Sergio Lemos de atuarmos como voluntarios durante o sábado em Viamão,em breve estarei levando ao Cebb um cd com as fotos que tiramos no local que totalizaram mais de 200.
    Materia sobre as reliquias podem ser lidas em meu blog http://www.voznativacomunicacoes.blogspot.com.
    Que todos possam se beneficiar.
    jorn. Cauê Nascimento.
    Canoas RS

  • Cibele disse:

    Oi Teresa,
    Eu e minha família fomos conhecer o templo de Viamão no domingo passado para ver a exposição das relíquias. Tudo muito lindo, fiquei muito feliz e emocionada por estarmos lá naquele momento tão especial. Senti muita paz e alegria. O lugar também é muito especial.
    Expliquei à minha filha de 7 anos o que eram as relíquias e ela achou incrível, só ficou um pouco receosa no momento de receber as bênçãos, mas todos a tranquilizaram e ela recebeu de olinhos fechados e tranquila.

    Um grande abraço!
    Com carinho
    Cibele

  • Deborah Oliveira disse:

    Teresa, beijos e saudades! Muito bom sentir sua leveza nas palavreas deste texto. Vejo que tem passado lindas experiências de vida! Por onde andas, neste mundão? Forte abraço saudoso! Deborah

  • Deborah Oliveira disse:

    Teresa, beijos e saudades de anos e anos! Muito bom sentir sua leveza nas palavreas deste texto. Vejo que tem passado lindas experiências de vida! Por onde andas, neste mundão? Forte abraço saudoso! Deborah

  • Vania disse:

    Excelente dia, TETE,

    Vou ao Rio Dia 20 de Março gostaria de ir ai te verrrrrrrr.
    Estou com saudadesssssssssssssss.
    bjusssssssssss

Deixe seu comentário!

Esse site usa o sistema Gravatar. Para que sua foto apareça, basta se cadastrar.